>> EDUCAÇÃO INFANTIL E
ENSINO FUNDAMENTAL


>> BILÍNGUE
>> PERÍODO INTEGRAL, MEIO
PERÍODO E PERÍODO ESTENDIDO


Música (0 a 5 anos)



Estudos comprovam que o feto é capaz de ouvir a partir do 5º mês de vida uterina. O sistema auditivo é, portanto, uma janela para o mundo, sendo o feto capaz de não apenas perceber, como, também, memorizar vozes, sobretudo, a voz materna, distinguindo-a dentre as demais. 

Gardner, em seus estudos sobre inteligência musical, destaca a importância do estímulo sonoro como recurso eficaz para o desenvolvimento do potencial humano. 

Patrícia Kuhl - professora da universidade de Washington - afirma que o som das palavras constrói circuitos neurais que estimulam a absorção de novas palavras. Quanto maior o repertório de palavras, considerando a diversidade de entonações e inflexões vocais, maior será a ampliação das vias neurais, aumentando, de modo significativo, a percepção da criança. 

Edgar Gordon ressalta o fato de que as áreas cerebrais não estimuladas até, aproximadamente, dois anos de idade permanecerão para sempre inativas. 

Tais considerações apontam a necessidade prioritária em propiciar ao bebê uma ampla experiência sonora, de preferência a partir da vida uterina.

A percepção sonora da criança vai além da audição. Contribui para isso a visualização dos movimentos, as expressões faciais e a corporeidade do toque, oportunizando a apropriação gradativa de sons e gestos, atribuindo-lhes significado.

Cantar é uma forma de transmitir conhecimento, e conhecimento que não é partilhado é perdido. A música ganha vida na voz de quem canta, nos pés de quem salteia, nas mãos de quem percute objetos ou, simplesmente, nos ouvidos de quem escuta encantado, se deixando levar pela imaginação.

Texto adaptado: Elvira Drummond Texto Adaptado

Profª Maria Elizete Serra Alves

ENTRE EM CONTATO
(44) 3025-2088 (44) 9 9181-8046

Av. Dom Manuel da Silveira D'Elboux, 831, Zona 5
| 87015-325 | Maringá - PR