>> EDUCAÇÃO INFANTIL E
ENSINO FUNDAMENTAL


>> BILÍNGUE
>> PERÍODO INTEGRAL, MEIO
PERÍODO E PERÍODO ESTENDIDO


Ensino Infantil

Alfabetizar na Educação Infantil. Pode? 

       Essa é uma pressão que muitos pais ou responsáveis, pensando no futuro, exercem sobre os filhos e sobre as escolas de educação infantil. E muitos ficam surpresos por saber que seus filhos pequenos, na escola, passaram a maior parte do tempo brincado.

       A criança aprende brincando, aprende a brincar brincando também. Isso ela aprende sozinha ou com outras crianças, não precisa que o adulto a ensine brincar. Precisa que o adulto saiba mediar. Muitos que contratam babás para cuidar de seus filhos orientam para que brinquem com as crianças na maior parte do tempo. Essa atitude não é adequada porque a criança ficará dependente de um adulto para exercer uma das únicas atividades para a qual a criança tem autonomia, brincar!

       As escolas que compreendem bem o papel do ensino infantil na vida das crianças com menos de seis anos organizam seus espaços e suas atividades de modo a oferecer aos alunos tempo para conviver com os colegas e, lógico, se socializar.  Disponibilizam material não estruturado e sem finalidade visível, para a criança criar e colocar em prática a sua imaginação. Fazem leituras de histórias de vários tipos para a criança ter contato com diversificadas linguagens e gêneros literários e tem ainda espaço para pesquisa, que não deve ter finalidade científica, e sim criar e manter a atitude curiosa da criança que tem perguntas e tem condições, com o auxílio do professor, de encontrar caminhos para obter respostas, ou melhor, elaborar novas perguntas. E esse é um processo de iniciação científica, sim! 

       A criança precisa ter contato com elementos da natureza. Precisa de tempo livre e de tempo organizado. Precisa aprender as primeiras regras da convivência nas atividades em grupo e as primeiras regras da vida por meio de jogos. Precisa ter contato com a cultura e as artes em suas diferentes expressões.

       Todas as atividades são brincadeiras e ao mesmo tempo, uma séria e eficaz preparação para o futuro.

        A criança que vive sua primeira infância bem de acordo com sua idade tem mais facilidade de se adaptar às novas exigências que encontrará no ensino fundamental.

       Muitas escolas tem instituído o ensino infantil mais voltado aos anseios dos pais do que aos das crianças. E eu garanto, quem perde com isso são seus filhos! 

Texto adaptado: Professora Maria Elizete Serra Alves


Referências

Folha de São Paulo – Rosely Sayão

                       Pedagoga Regina Scarpa (Fundação Victor Civita)

ENTRE EM CONTATO
(44) 3025-2088 (44) 9 9181-8046

Av. Dom Manuel da Silveira D'Elboux, 831, Zona 5
| 87015-325 | Maringá - PR